Translate

sexta-feira, 2 de março de 2012

COPES forma mais 20 policiais de elite na Bahia

“Foram 139 dias que nos fizeram diferentes e unidos, em lágrimas e risos”, disse o Tenente Claudijan, orador da 4ª Turma do Curso de Operações Policiais Especiais (COPES), ao descrever as experiências vividas no curso encerrado nesta sexta-feira (02), na Base Tigre, do Batalhão de Polícia de Choque - BPChq, em Lauro de Freitas. Onde os “caveiras” adentraram a área cívica de rapel, em meio à trilha sonora temática e cortina de fumaça, normalmente utilizada em codificação de operações. 


A jornada de cinco meses em regime de internato contava inicialmente com 43 policiais militares de várias unidades e até de outros estados, a exemplo de Mato Grosso e Alagoas, mas terminou com 20 sobreviventes, que são agora os mais novos integrantes da tropa de elite da PMBA.  Estes foram provados ao extremo da resistência físico-psicológica em disciplinas como: ações contra o terrorismo, ocorrências envolvendo bombas e artefatos explosivos, além de paraquedismo policial, simulações de tomadas de aeronaves, tiro de precisão (sniper), gerenciamento de crises, direitos humanos, patrulhas urbanas e operações helitransportadas. 




Para o coordenador do COPES, capitão José Manoel Lusquinhos, este quarto curso, em zona urbana e rural, é um dos maiores já realizados pela diversidade de biomas que a Bahia tem. “Os alunos tiveram a oportunidade de realizar operações em todos os biomas do estado, a exemplo da Caatinga, Mata Atlântica, além de realizar operações em montanhas e áreas urbanas, envolvendo atividades anti-terrorismo, incluindo treinamento com equipes da Polícia Federal em Brasília”, explicou o capitão. 


O comandante geral da PM, coronel Alfredo Castro, anunciou a realização de uma nova turma do Curso de Operações Policiais Especiais (COPES) ainda em 2012. “Nossa intenção é que através da educação, do aperfeiçoamento, nós estaremos valorizando o policial militar e, com isso, estaremos trazendo um melhor serviço prestado à nossa comunidade”. O coronel Castro, o subcomandante, coronel Carlos Eleutério e o diretor de Planejamento, coronel Francisco Teles, foram homenageados por toda a turma pelos esforços à realização exitosa do IV COPES.

“Adquiri muito conhecimento e hoje me sinto mais preparado para desempenhar minhas funções junto à comunidade”, afirmou o 1° colocado do COPES, tenente Érico de Carvalho. Assim como os demais, ele está apto a atuar em qualquer unidade da Corporação, inclusive no Comando de Operações Especiais (COE), subunidade do BPChq, que conta atualmente com 50 homens, sob intenso treinamento e prontos para serem  acionados  sempre como o último recurso do Estado para preservar vidas e aplicar a Lei.

O curso, que integra a preparação da PM para a Copa do Mundo de 2014 e projetos de valorização do policial, possibilitou aos formandos fazerem demonstrações do que aprenderam no COPES, simulando a desmobilização de um grupo dentro de uma edificação, através de desembarque de helicóptero, e a atuação de uma célula camuflada em zona rural. 





Jaguaraci Barbosa


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário

Arquivo do blog